Professora Josete é lançada candidata à presidência do PT de Curitiba

A militância do Partido dos Trabalhadores (PT) se prepara para o Processo de Eleição Direta (PED), que ocorrerá em 8 de setembro, e definirá novas direções municipais e suas zonais. Em Curitiba, a vereadora Professora Josete foi lançada candidata à presidência do diretório municipal, encabeçando uma chapa que surgiu da unidade de várias tendências internas do partido.

Filiada há 29 anos no partido, Josete destaca que o PED será um momento de fortalecimento do partido nos municípios, de preparação para as eleições de 2020 e de enfrentamento a ofensiva das classes dominantes. “Vivemos tempos de ascensão do fascismo e da extrema direita, momento que precisamos avançar na resistência e na luta pela retomada de nossa democracia. Isso passa pelo partido e pelo município que queremos. Um PT e uma Curitiba que tenha um programa de desenvolvimento e de resgate do nosso projeto de inclusão e justiça social”, afirma.

Segundo Josete, esse desafio de retomada do projeto de inclusão e justiça social passa, sobretudo, pela liberdade do ex-presidente Lula. Essa pauta será prioritária da chapa que disputará o PED. “Estamos no olho do furacão, na capital da operação Lava Jato, na capital da injustiça e da perseguição política. Poucos imaginavam que o país poderia retroceder tanto como nestes últimos cinco anos, desde o golpe contra a presidenta Dilma, com a prisão de Lula e a eleição deste governo fascista. Diante disso a campanha por Lula Livre deve ser nossa prioridade, sua liberdade é essencial para nosso projeto”, comenta a vereadora.

Concorrendo pela primeira vez à presidência do PT, Josete afirma que fará uma campanha propositiva, baseada na reconstrução e reorganização da legenda, no conhecimento da realidade do município e no fortalecimento das zonais municipais. “Buscamos uma unidade em torno de uma direção que tenha clareza das várias frentes de atuação que cabem ao partido. Um PT que amplie o diálogo com sua militância, que atue forte junto aos vários movimentos sociais, no movimento de mulheres, com a juventude, com a população negra, com a população LBGTI”.

Outro foco da chapa é fortalecimento do processo de formação da militância. “Só se transforma uma sociedade quando conseguimos compreendê-la de fato. E isso passa pelo processo de formação. Estudar, se formar, deve ser um princípio de todo militante do Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras”, aponta Josete.

Foto: Ricardo Stuckert

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart