Temporal e atraso de obra provocam novo caos no Parolin

As fortes chuvas que ocorrem desde madrugada de quinta-feira (30) em Curitiba provocaram estragos em várias regiões de Curitiba. Novamente a comunidade do Parolin foi uma das mais afetadas em razão do atraso nas obras para contenção iniciadas em 2016 e que deveriam estar em fase de finalização. A cada chuva um grande volume de água invade as residências, móveis, roupas e eletrodomésticos perdidos.

Essa situação foi denunciada pela Professora Josete (PT) no fim de março após visitas no bairro à pedido da comunidade. O mandato também encaminhou requerimento à prefeitura cobrando agilidade nas obras e a retirada do lixo que acumula após as chuvas (resíduos das obras e também que são levados das residências nas enchentes).

“Estamos entrando em contato com a prefeitura e Fundação de Ação Social (FAS) para saber como está sendo o atendimento dessa população. Novamente foram perdidos móveis, roupas, as ruas estão alagadas ou cheia de lodo do rio. A comunidade está se organizando para atender os atingidos, algo que é responsabilidade do poder público”, comenta Josete.

Sobre o atraso da entrega da obra, a vereadora aponta que ela representa um “desperdício de dinheiro público e que independente de qual gestão foi iniciada a obra, é papel dos legisladores fiscalizar e cobrar que ela seja entregue e os impactos à comunidade sejam minimizados”.

Em virtude de mais um temporal, a comunidade organizou um mutirão de doações. As principais necessidades são materiais de limpeza – (sabão em pó, água sanitária, detergente, panos, desinfetante, vassouras e rodos – além de telhas. As doações devem ser entregues na Rua Plácido e Silva, 794.

Confira abaixo algumas fotos encaminhadas pela comunidade.

 

 

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart