Professora Josete presta homenagens alusivas ao Dia Internacional da Mulher

Como parte das celebrações alusivas ao Dia Internacional da Mulher, a Câmara Municipal de Curitiba realizará nesta quarta-feira (24), às 20h, uma Sessão Solene com homenagens a 27 mulheres com atuação em diferentes áreas no município. Em razão da pandemia do coronavírus, a solenidade será remota, com transmissão pelos canais oficiais da CMC (Facebook, Youtube e Twitter).

As homenageadas são escolhidas pelas vereadoras, conforme critérios definidos por cada parlamentar. Tradicionalmente, o mandato da Professora Josete (PT) presta reconhecimento para mulheres com atuação na luta contra o machismo e contra o racismo, que fazem a defesa da igualdade de gênero e dos direitos humanos e que atuam em prol de políticas públicas para as mulheres.

Em 2021, o mandato presta seu reconhecimento à Carmen Regina Ribeiro, Clara Emília da Silva e Mariléia Aparecida Iantas. Confira abaixo o currículo de cada uma e entrevistas feitas pelo mandato com cada uma delas.

CARMEM REGINA RIBEIRO é socióloga com especialização em Organização de Sistemas de Saúde pela ENSP/Fiocruz. Servidora aposentada do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC). Milita em movimentos sociais desde 1968, com atuação no movimento estudantil; comunitário e pela Anistia. É uma das fundadoras do Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (Sismuc), do Fórum Popular de Saúde; da Escola Oficina. Também milita no Partido dos Trabalhadores (PT), na Rede Feminista de Saúde e em defesa dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres. Atualmente também é conselheira titular do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Paraná.

CLARA EMÍLIA DA SILVA nasceu em Curitiba e viveu sua infância na Cidade Industrial. Mãe de cinco filhos, avó de 11 netos e um bisneto, Clara fez curso de cabeleleira aos 15 anos, mas com 18 anos se apaixonou pela enfermagem. Trabalhou nos hospitais Santa Brigida, Cruz Vermelha, Evangélico e no Ambulatório da Sanepar. Moradora do bairro Parolin, trabalhou por um período em um depósito de reciclagem. Foi casada durante 30 anos, em um relacionamento abusivo, sendo vítima de violência psicológica e moral. Apos 12 anos trabalhando na reciclagem voltou para área da saúde e atualmente trabalha como cuidadora de idosos(as).


MARILÉA APARECIDA DA CRUZ IANTAS cursou Magistério no Instituto de Educação do Paraná e graduou-se em Ciências Sociais pela UFPR. Tem formação em Teologia pelo Instituto de Cultura Eclesial de Curitiba e pós-graduação em Teologia pela PUC-PR. É autora do livro “O País de Sossego” pela Editora APPRIS. É servidora aposentada pela Prefeitura de Curitiba. Trabalhou 26 anos na rede municipal de ensino: Escola Municipal Américo Sabóia , CEI Júlio Moreira, Escola Nympha Maria da Rocha Peplow, Escola Municipal Herley Mehl e Escola Municipal Noely Simone de Ávila. Também lecionou por oito anos na rede particular: Escola Nossa Senhora Medianeira e Anjo da Guarda, totalizando 34 anos de magistério. É militante do PT, atuou junto Comunidades Eclesiais de Base (CEBS) e também no movimento sindical.

There are no comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart