DIREITOS HUMANOS

DIREITOS HUMANOS

Aumento geral no total de registros do Disque 100 em 2012 foi de 77% em relação ao ano passado

 
As denúncias de violações dos direitos humanos recebidas pelo Disque 100 aumentaram 77% em 2012 em relação ao ano passado. Em 2011 o serviço acolheu 87.764 denúncias. Neste ano, esse número subiu para 155.336. O aumento se deu em todas as áreas atendidas, mas as que apresentaram maior expansão foram as denúncias de violação contra idosos, com avanço de 199%, passando de 7.160 registros em 2011 para 21.404 em 2012. Os números foram divulgados ontem, Dia Internacional dos Direitos Humanos, pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.
 
Depois dos idosos, o grupo LGBT teve o segundo maior aumento (197%), seguido da pessoa com deficiência (184%). A categoria “criança e adolescente” teve 59% de aumento das denúncias em 2012 e a população em situação de rua, 26% – menor aumento de denúncias entre os grupos atendidos.
 
“A primeira pergunta que se faz é: está havendo aumento da violência? Nós não podemos dizer de forma tão taxativa que se trata disso. Mas podemos dizer que a violência não fica mais invisível, que o Brasil se importa”, afirmou a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário.
 
De acordo com a ministra, a situação dos idosos no país exige uma atenção especial porque, diferentemente do que ocorre em relação às crianças, que contam com o apoio dos conselhos tutelares, os idosos não têm uma rede especializada de assistência.
 
“Estamos trabalhando para fomentar mais delegacias especializadas e o apoio por meio dos sistemas de assistência social. Uma vez que não temos uma rede de conselhos como temos para crianças, devemos ter uma rede protetiva por meio das polícias, que devem ficar mais atentas, e de serviços sócioassistenciais e de saúde”, explicou.
 
Em relação aos idosos, o serviço registrou 68,7% de violações por negligência, 59,3% de violência psicológica, 40,1% de abuso financeiro/econômico e violência patrimonial e 34% de violência física.
 
“O idoso não traz ele próprio a denúncia. Em geral, o perfil do idoso é não denunciar aquele que o machuca, que o tortura, que o rouba, que o explora, porque essa pessoa, e todas as nossas indicações são claras nesse sentido, é da própria família. E o idoso procura preservar a família”, disse Maria do Rosário.
 
Em números absolutos, o estado de São Paulo teve mais denúncias em todas as categorias: 19.129. O Distrito Federal foi o campeão em termos proporcionais: 92 denúncias para cada 50 mil habitantes.
 
Serviço
O Disque Direitos Humanos (Disque 100) funciona 24 horas, todos os dias, inclusive fins de semana e feriados.

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart