Câmara de Curitiba votará Moção em Apoio a Carol Dartora

Os recentes ataques a parlamentares eleitas na última eleição foram abordados nesta segunda-feira (7) na Sessão da Câmara de Curitiba pela vereadora Professora Josete (PT). Ela apresentou Moção de Apoio a Ana Carolina Dartora, primeira mulher negra eleita vereadora em Curitiba que, no fim de semana, foi ameaçada de morte por meio de uma mensagem por email.

Ao pedir apoio dos demais vereadores(as) ao documento, Josete destacou que as casas parlamentares precisam dar respostas oficiais e públicas à sociedade de combate ao racismo e a intolerância. “Ao mesmo tempo que comemoramos a vitória da primeira mulher negra eleita vereadora na cidade, nos causa profunda indignação essas manifestações racistas e de ameaça a vida de pessoas que ocupam os lugares que lhes é de direito. Isso é inconcebível e precisa ser duramente repudiado por essa Casa”, apontou.

Professora Josete citou ainda os casos de Ana Lucia Martins, primeira vereadora negra eleita em Joinville (SC) e de Suellen Rosim, primeira prefeita negra eleita em Bauru (SP), também ameaçadas logos após o resultado das eleições. Em sua conclusão, a parlamentar citou a ativista Angela Davis ao afirmar que “não basta não ser racista, é preciso ser antirracista”.

Existe Racismo em Curitiba

Desde que foi eleita vereadora, a terceira mais votada da capital paranaense, com 8874 mil votos, e a primeira vereadora negra da história de Curitiba, Carol Dartora (PT) já enfrentou de ataques racistas até comentários do prefeito reeleito Rafael Greca (DEM), ignorando o racismo estrutural presente na cidade.

Neste domingo (6), a vereadora divulgou em suas redes sociais a ameaça de morte feita contra ela. Em e-mail, aparentemente criado por um fórum anônimo chamado Dogolachan, Carol é ameaçada com mensagens de cunho racista e ameaças contra sua vida – citando inclusive seu endereço residencial.

O Partido dos Trabalhadores registrou queixa no 1º Distrito Policial na manhã desta segunda-feira (7). O Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber) também está acompanhando o caso.

 

Foto: Joka Madruga

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart