Sindicatos e vereadores debatem reajuste ao funcionalismo público de Curitiba

Vereadores da oposição receberam nesta segunda-feira (22) diretores do Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (Sismuc), Sindicato do Magistério de Curitiba (Sismmac), Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (Sigmuc) e Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Municipais de Curitiba (Sinfisco) para debater o reajuste anunciado por Rafael Greca (PMN) no dia 8 de outubro.

Por meio de uma rede social, o prefeito anunciou que encaminharia à Câmara de Vereadores uma proposta de 3% de reajuste ao funcionalismo público, porém até o momento a mensagem não chegou ao Legislativo. O índice ainda é bem abaixo dos quase 10% de perdas acumuladas desde o congelamento de salários e carreiras ocorridos após o “pacotaço”.

Desde abril de 2016 – última correção salarial da categoria –  servidores e servidoras do município somam uma perda de 9,46%. Diante disso, os sindicatos propuseram na reunião que os parlamentares apresentem uma emenda acrescentando 6,46% no índice prometido de 3% com o objetivo de pelo menos repor a inflação do período.

A sugestão de uma emenda ao projeto de lei que precisa ser enviado à Câmara foi aprovada em assembleia conjunta dos quatro sindicatos no dia 11 de outubro. Já a última tentativa de negociação entre a gestão Rafael Greca e entidades sindicais ocorreu no dia 4 de outubro.

“Recebemos os sindicatos e acatamos essa sugestão. Estamos esperando que o prefeito mande a mensagem de reajuste. É preciso que os demais vereadores também tenham sensibilidade com a questão, pois trata-se de uma justiça com a classe trabalhadora do município. Nosso mandato sempre esteve ao lado dos servidores e servidoras como um porta-voz na Câmara, buscando apresentar proposições que garantam o que é de direito e valorização da categoria”, comentou Professora Josete (PT), líder do bloco da oposição na Câmara.

Também participaram da reunião com os dirigentes sindicais os vereadores Goura (PDT), Marcos Vieira (PDT), Noemia Rocha (MDB) e Professor Silberto (MDB).

There are no comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart